sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

(Profundo bocejo)

Há coisas que nunca mudam. Por exemplo, a Madeira gastar demais e depois ameaçar com a independência.
Algum jornalista devia ir contar o número de vezes que os dirigentes do PSD-Madeira já ameaçaram com a independência. Ainda era puto quando começaram com esta treta. Hei-de chegar a avô e eles na mesma.

8 comentários :

  1. O que é mais chato é que nunca mais concretizam a ameaça!

    ResponderEliminar
  2. Era uma maravilha se o concretizassem.
    A queda nas dívidas, e o fim das transferências tirar-nos-ia da crise dum dia para o outro

    ResponderEliminar
  3. Na minha opinião , que já escrevi há 2 anos quando o sr. Jardim se demitiu e provocou novas eleições, o que se devia fazer relativamente à Madeira era....
    Por à Venda!! para quem a quiser comprar. Incluindo os Próprios Madeirenses.
    Se os Madeirenses quiserem ser independentes que paguem um preço justo , e prontos ficam com a ilha da Madeira Independente.

    Agora só resta fazer o Preço , e por nos 'Mercados' à venda.
    Simples , e Justo, porque se eles têm essa aspiração , porque não deixa-los formar o seu próprio país.? Viva a Madeira!
    Luis

    ResponderEliminar
  4. e haja igual pachorra para o coro de pavlovianos que lhes responde afirmativamente

    ResponderEliminar
  5. bolas já a ameaça de haver Alves dos Reys de 3ªgeração já é uma ameaça à integridade nacional


    1º essa conversa de monopólios naturais intransmissíveis a terceiros

    é como a Madeira..foram máquinas de redistribuição de riqueza para uns poucos

    com prejuízo das populações indígenas

    no caso das águas de putogal sugaram 14 centímetros de subsidência afectando em Lisboa e em milhares de terreolas a estabilidade e os lençóis de água para rega

    no caso dos sobas da madeira foi a estabilidade económica de dezenas de milhares de famílias dependentes do trabalho das empresas púbicas madeirenses
    (monopólios naturais do emprego

    numa ilha com 1000 gajos por km2
    se calhar queriam uma singapura
    (falta-lhe a Malásia ao lado só têm Porto santo e o cristiano...

    se tivessem 1000 cr7's..

    ResponderEliminar
  6. O Dorean tem razão: responder «a Madeira que se torne independente!» é fazer o jogo de Jardim. Responder «a Madeira deve ser tão autónoma como o Alentejo ou o Minho» é tirar-lhe o tapete.

    ResponderEliminar
  7. Os alentjanos e minhotos podem emigrar para o algarve ou fazer a peregrinação a fátima a pé...

    os madeirenses para opções laborais...têm o mesmo caminho que o pessoal que vai suicidar-se às praias da marge sul...

    resumindo: menos opções (ao menos uns picos de autonomia)

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.