sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Nepotismo? O caso Braga de Macedo

No Arrastão o Daniel Oliveira denuncia:

«Sabemos que Braga de Macedo [...] é Presidente do Conselho Diretivo do Instituto de Investigação Científica Tropical (IICT). Não sabemos, nem em princípio teríamos nada que saber, que tem uma filha, Ana Macedo, que é artista plástica.

Ana Macedo fez, em Julho do ano passado (só agora tive acesso a essa informação) uma exposição em Maputo.[...]

Além do Instituto Camões, outra instituição do Estado apoiou o acontecimento. Sim, já adivinharam: o Instituto de Investigação Científica Tropical. O mesmíssimo que o pai da artista plástica dirige. Garante um português que vive em Maputo há quinze anos e que conhece bem a vida cultural da cidade que nunca o IICT patrocinou algum acontecimento cultural em Maputo.

Alertado por este post, fui investigar a coisa. Bataram uns telelefonemas e umas buscas na Net. Tudo é feito às claras, como se se tratasse da coisa mais natural do mundo. [...]

É natural que Braga de Macedo goste da sua filha e a tente ajudar na sua carreira. Assim fazem todos os pais. Não é natural que use os nossos recursos para o fazer. O IICT não lhe pertence nem é uma fundação ou empresa privada.É-me desconfortável falar da vida familiar de qualquer pessoa. Até porque odeio que falem da minha. Mas é quem usa o que é de todos para ajudar os seus que expõe a sua família ao escrutínio público. Faz mal duas vezes: a nós e a quem quer ajudar.

Caberá a Braga de Macedo explicar este comportamento eticamente inaceitável. Com que critérios usou dinheiros do Estado (pouco ou quase nada, tanto faz) para apoiar a carreira da sua própria filha? Como explica o mais despudorado dos nepotismo na gestão da coisa pública? E mais não digo, que começo a ficar cansado de tanto desplante.»

Não sei se esta história parece familiar ao leitor. A mim lembra-me um escândalo, no tempo do governo de Durão Barroso, que levou à demissão de dois ministros.
O pior é que hoje os escândalos se sucedem a uma velocidade tão vertiginosa, que nem parece ser possível a um cidadão crítico dar a este a importância que merece.

1 comentário :

  1. nepoti é para netos

    a gaija era filha

    se fosse prima e rom dizia-se

    vorotismo

    se fosse irmã era prehlitismo

    como é filha em español é hijatismo

    filhotismo

    a não ser que conheças melhor a árvore familiar dos macedos

    se fosse Jbosco

    seria boscotismo

    ó muló do dráo...

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.