quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

O aniversário da infâmia

Cumpriram-se ontem dez anos desde a abertura de Guantánamo. Dez anos em que uma democracia manteve fechados num campo de detenção, por vezes em condições de tortura, quase oitocentos indivíduos sobre os quais não há provas de terem cometido qualquer crime. Restam 171. E parece cada vez mais improvável que Obama encerre o campo da vergonha.