sábado, 7 de janeiro de 2012

Iñaki Urdangarin

Tenho seguido com alguma curiosidade esta história de corrupção do duque de Palma, genro do rei de Espanha. Acho formidável a história desta tragédia anunciada. O rei avisou-o e agora está a tentar metê-lo na prisão. Em nome da decência. O que o duque fez é o que os empresários portugueses e os ministros e os deputados fazem sempre que podem. Teria sido facílimo abafar este caso. Ao pé do Jorge Coelho, este duque é um menino de coro.

4 comentários :

  1. adevia era interessar-se pela política local

    tal como os seus pares se preparam para enforcar Mubarak

    assis a monarquia vai dar um bode expiatório para conseguir persistir

    DESDE afonso XIII a monarquia española não teve falta de escândalos de influências
    (veja a coleção da Hola nos anos 80 e 90 ...era cada torcionário e milionário traficante de armas de origem árabe que tinha entrada nas festas dos reys e dos duques de Parma y outros Condes de barcelona

    Resumindo: bodes expiatórios fazem falta em tempo de crise

    principalmente quando vivem nos states e só vão prá cadeia quando o Vale e Azevedo for extraditado
    (boçê é muy ingénuo nã é...olhe nã tá sozinho ê pensei durante décadas que havia de surgir um político que fizesse reformas..inté defendi o Sokras durante 5 meses (124 dias)nos idos de 2004/2005
    ódespois cai na real

    ResponderEliminar
  2. Eu acho que teria sido facílimo abafar este pequeno escândalo e seguir viagem. O rei Juan Carlos já várias vezes deu mostras de ter coluna vertebral: contra a padralhada, por exemplo, ou contra os fascistas. E agora estou a adorar vê-lo a tentar meter o genro na prisão e a incitar a polícia contra ele. :o)

    ResponderEliminar
  3. Filipe Castro disse...

    O rei Juan Carlos (que comprou e compra muitos milhões de euros por ano em coisas várias, tem uma fortuna pessoal muitas vezes superior à de Soares) já várias vezes deu mostras de ter coluna vertebral: contra a padralhada, por exemplo, ou contra os fascistas...é um político muito hábil contrariamente a seu pai e avô

    Tejero Molina (e su pandilha) não era um fascista era um gajo com pendores justiceiros e que queria evitar a desagregação do estado central

    fascista é o gajo que me queimou o
    acesso à câmara
    Erro 324 (net::ERR_EMPTY_RESPONSE): O servidor fechou a ligação sem enviar quaisquer dados....

    e que me impede a ligação a download's e etc...mas uma pessoa tem que aceitar os déficits democráticos ou outros porque é humano

    D.Juan Carlos comprou uma 1ª edição do D.Quixote aqui em Portugal por 200 mil contos

    Já nosso Soares nunca pagava mais de 10 mil

    todas as pessoas têm falhas de carácter
    alguns tapam-nas atirando Garcias dos Santos ao chão e passam-lhes por cima

    outros usam a família e parece melhor
    D.Juan já tinha feito o mesmo ao pai...fazê-lo ao genro que tem domicílio em Nova York ...

    mas ok voçê é Texano gosta de atirar pró ar

    aí tá quentinho?
    eu da América nem a linha de Costa conheço e com o preço da benzina a subir e o escudo a descer desconfio que nunca lá vou pôr os pés..tou estagado
    e da última vez recusaram-me o visto

    ResponderEliminar
  4. coluna vertebral tem um gajo de 64 anos que faliu por duas vezes e andava ontem a apanhar sucata às 5 da matina (não deve ter muita já...e passou mais tempo preso durante ditaduras várias e fez mais para derrubar Franco e os franquistas que el hijo predileto de Franco su señoria Juan...

    e há muito galego que nunca considerou a monarquia española um regime legítimo...nem um referendozito...

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.