quinta-feira, 27 de maio de 2010

Qual é a nossa zona?

Há pouco, ao regressar do almoço, eu e alguns colegas reparámos numa carrinha audi A4, estacionada num lugar da EMEL, com o vidro partido, porta luvas aberto e remexido. Resolvemos contactar a polícia e três de nós, após procurarmos a antiga esquadra do Bairro do Arco Cego, que já não está no mesmo sítio (para onde terá ido?), telefonámos para o 112 e pedimos ligação à polícia. Ao telefone indicámos o endereço da ocorrência como sendo a Rua do Arco Cego e fizemos a descrição da viatura, matrícula incluída.  Foi-nos pedido que aguardássemos no local.

Após cerca de 10 minutos, passou uma viatura da polícia, na Rua do Arco Cego, de onde nos foi dito que o local onde estava o carro assaltado, e de onde nos encontrávamos a esbracejar na direcção dos agentes, ficava fora da sua zona! Pois o carro encontrava-se afinal na Rua Costa Godolfim, que fica elevada em relação à Rua do Arco Cego de menos de 2 metros, já fazendo parte do bairro com o mesmo nome (que não engloba a rua de nome igual).

Continuámos à espera. Passados cerca de 20 minutos, apareceu o carro dos polícias da nossa zona!
Conversei com um deles, o que vinha a pendura, desabafei sobre o tempo de espera e perguntei-lhe o que fariam se assistissem a uma agressão (por exemplo) fora da sua zona, ao que ele respondeu, um pouco atrapalhado, que isso seria uma situação diferente da que se estava a passar.
O outro, mais velho, ao ouvir-me protestar, perguntou-nos, irritado, se o carro era nosso e se não era, então porque é que estávamos ali à espera. Ficámos estarrecidos: esperámos no local porque isso nos tinha sido pedido e porque pensámos que seria prudente assegurar que o carro estaria em segurança até à chegada das autoridades.
E mais disse o sr. polícia, cada vez mais irritado: "relataram a ocorrência ao telefone, deviam ter-se ido embora, não tinham nada que ficar aqui!"
Parece que aquela zona não era a nossa!

6 comentários :

  1. É para aprenderem a não quererem ser bons cidadãos. ;)

    ResponderEliminar
  2. Acho que agora a esquadra mais próxima dessa zona é só em Arroios.

    Por acaso quando fui assaltado à mão armada (às 5 da tarde...) à saída do Técnico, a polícia foi bastante prestável. Demoraram foi bastante tempo a chegar porque vinham da central lá não sei de onde...

    ResponderEliminar
  3. havia uma pequena esquadra nesse bairro (à esquerda do liceu?). já não lá está?

    ResponderEliminar
  4. Essa história é mesmo anedótica.
    E o culminar é a cereja em cima do bolo.

    «Não tinha nada que esperar»
    «Olhe, porque é que não diz isso ao seu colega??»

    Enfim... Nestas coisas uma pessoa suspira.

    ResponderEliminar
  5. Dorean: De facto procurámos a esquadra, pela qual passei muitas vezes mas que está desactivada, como aiás descrevi no texto...

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.