quinta-feira, 6 de maio de 2010

Há mínimos

As perguntas dos jornalistas até podem ter sido «persecutórias» e «psicologicamente violentas». Mas nada desculpa que um cidadão, para mais deputado, «se aposse» (curioso eufemismo...) de propriedade alheia. Ricardo Rodrigues deveria renunciar ao mandato de deputado.