quinta-feira, 27 de maio de 2010

E muito bem condenados

Três jornalistas condenados a pagar 400 mil euros por publicarem escutas telefónicas.