sábado, 8 de maio de 2010

Em dias de chuva

Lembro-me da 'Etelvina' de Sérgio Godinho, mulher desembaraçada que procurava alma irmã "de quem não seja criada/ de quem não seja mamã", e pergunto-me onde estará ela agora.

Lá vem a Inês, neste dia de chuva. Eu não sei da Etelvina, mas aqui fica o poema da Natália.



(escrito também aqui)