sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Talvez o país mais secularizado do mundo

No país dos checos, no censo de 2011, 45% da população não respondeu à pergunta sobre religião, 34% declararam não ter religião e 25% declararam ser religiosos (10% católicos, 4% de outras religiões, e 7% religiosos mas sem especificarem de que religião). Não conheço qualquer outro país democrático e moderno em que se tenham atingido estes valores.

10 comentários :

  1. "Não conheço qualquer outro país democrático e moderno em que se tenham atingido estes valores"

    Mas é um objectivo? Devemos lutar pelo ateísmo da sociedade?

    ResponderEliminar
  2. A Escandinavia é considerada modelo de democracia.

    ResponderEliminar
  3. A Franca e a Rep Checa ha muitos anos que aparecem nessas estatisticas com valores muito semelhantes.

    ResponderEliminar
  4. ó Alves dos Reis a última vez que fui obrar nos checos já faz 9 anos e picos , mas olha que medalhinhas e gente às missas (só vi mais em Itália e na saída das fábricas da Covilhã)

    ou seja se falasses dos holandes ou germanes talbez acert asse's (moeda de cobre do império romanum)

    os checos pouco crentes ?
    nem os de Praha e muito menos os de Brno...
    Xenófobos isso são...ateus só se nasceram 9 milhões nos últimos nove anos

    ResponderEliminar
  5. Visitei esse tal "país mais secularizado do mundo" o ano passado, como aqui reportei, e já o meu orientador, checo, falava orgulhosamente do "povo mais ateu do mundo". Encontrei um povo que me pareceu no geral muito à direita. O que só demonstra que a religião não é necessariamente o pior inimigo da esquerda. Uma eventual ausência de religião (não estou aqui com isto a defender a sua presença!) não se traduz de forma nenhuma num povo mais progressista, como o exemplo checo o demonstra.

    ResponderEliminar
  6. Não vejo motivo de orgulho em 45% das pessoas não responderem à pergunta sobre religião. Até podem ser religiosas, simplesmente não responderam. O Ricardo Alves está a partir, a meu ver erradamente, do princípio de que a não-resposta equivale a uma não-religião.

    ResponderEliminar
  7. Luís Lavoura, eu não «parti» desse princípio que menciona. Quem não respondeu, não quis assumir-se como religioso/sem religião. Só isso.

    ResponderEliminar
  8. Filipe,
    o RU também tem uma população muito secularizada e até tem igreja de Estado...

    ResponderEliminar
  9. a maioria dos checos tal como noutras sociedades sujeitas a um politburo como a margem sul

    tiveram a sua fase ateísta e o seu renascimento revivalista da fé

    nos anos 90...era notável o pessoal que enchia os templos in domenica...havia até muitas novas igrejolas e grupos bíblicos universitários da Carlova e d'outras de raiz evangélica como em Portugal nos anos 80...

    no entanto são conservadores us Catholicus ceskus são a maioria dos crentes igreja Ceska tcheca de radice hussita

    církev československá husitská é um ramo católico bastante ferveroso são mais fanáticos que os evangélicos e quase tanto como as testemunhas de Jeová...

    logo ó Alves dos Reis boçês bisitaram us tchecos e queixaram-se como os potugas e españois de irem de férias em Agosto y chover-lhes nas trombas

    mas nã tiveram a biber lá nos invernos qué quando a religiosidade aumenta

    ir à igreja no pino do verão...nã é fé

    ir a 12º abaixo dos 0 nos montes Tatra ou nas margens do vlata....

    com aquele ventinho a soprar do leste....é preciso ter cá fé a rodos

    logo mim 92-93 96-98 na carpathia pátria 02...axo que sã tã catholicos como os irlandeses de Derry....têm dias

    e tão ateus como os de cookstown e bangor..é às bezes

    percebide?
    neh...

    ResponderEliminar
  10. lA.law církev ceskoslovenská husitská tem 1/3 a 1/5 dos crentes católicos

    e sendo cismáticos de Roma...

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.