quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Se for mesmo assim, estamos muito para lá de Varsóvia

  • «O advogado de defesa assegurou que acredita que o arguido terá agido em legítima defesa perante investida de “elementos não fardados da polícia”, julgando tratar-se de “assaltantes”» (Público).
Estamos mesmo a ficar próximos de Minsk ou de Moscovo.