terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Mala de Cartão

De repente, depois de ser um traidor relapso da Pátria e da arqueologia portuguesas, encontro-me absolutamente na moda: sou um emigrante, a arma secreta que segundo o governo vai resolver o problema do desemprego em Portugal.

Tantos anos a ouvir dizer que era "perigoso" porque "ninguém dava nada por mim e eu aparecia em Portugal com um PhD", a fazer concorrência aos meus "colegas". E agora o PPD declara que afinal sou mas é um amigo das estatísticas, um patriota verdadeiro. Que alegria, poder finalmente servir a Pátria no exílio.

1 comentário :

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.