quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O casamento já não é o que era

Desconheço a existência de dados sobre as uniões de facto em Portugal, mas o último relatório do INE sobre os nascimentos tem dados interessantes. A percentagem de crianças nascidas dentro de casamentos não para de diminuir, ao mesmo tempo que sobem os nascimentos fora do casamento, mas com coabitação dos pais - ou seja dentro de uma união de facto.
Os números não enganam:
Há 15 anos, por cada bebé nascido de uma união de facto, havia 6 de um casamento. Hoje há apenas 1,8.