segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Quem sai aos seus não se endireita


Assim se celebrou a vitória do PSD na Madeira. A fina linguagem, é a que aprenderam com o seu líder histórico. Como bónus, os rapazes da milícia fascista, perdão, da JSD Madeira, dispararam três very lights contra a sede do Diário da Madeira, órgão de comunicação social oposicionista.

Eu sei, já fizeram muito pior e mesmo assim poderão ganhar da próxima vez, e da seguinte. E ninguém me tira da cabeça que no dia em que perderem correrá sangue. A única maneira de lidar com o jardinismo, como sugere Rui Tavares hoje no Público, é com processos e tribunais. Não resta mais nada.

Ah, mas espera, a justiça em Portugal...

(Via Jugular.)

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.