segunda-feira, 17 de outubro de 2011

50 anos do massacre de Paris

Completa-se hoje meio século sobre o maior massacre cometido por um governo da Europa ocidental, em território europeu, desde 1945: na noite de 17 de Outubro, em Paris, uma manifestação pacífica de argelinos foi violentamente reprimida. Ocorrido no contexto do final da guerra da Argélia, e num ano em que independentistas argelinos e polícias franceses se confrontavam nas ruas de França, com dezenas de mortos para cada lado, este massacre terá causado, segundo alguns autores, centenas de mortos numa única noite. Espancados no local da manifestação, nas esquadras da polícia, ou afogados no rio (durante semanas, cadáveres de argelinos apareceram a boiar no Sena).

O principal responsável operacional foi Maurice Papon, ex-colaborador dos nazis condenado em 1998 pela deportação de judeus. Principal responsável político: Charles de Gaulle.

3 comentários :

  1. De Gaulle?? Aquele "heroizinho" de mentira??? ah sei,.. ele absolveu Papon em 1945 por meros interesess politicos.....
    Papon foi um patife... carniceiro.. mas só é lembrado por causa de Vichy..... hipocrisia

    ResponderEliminar
  2. De Gaulle promoveu execução sumaria de milhares de pessoas acusadas de colaboracionismo em 1944 e 1945....
    (L'Épuration)....
    inclusive houve mulheres "tondues".
    isso rendeu musica...
    "La mauvaise reputation" (G.Brassens)

    ResponderEliminar
  3. você acredita que De Gaulle foi um grande resistente??? Tito foi muito mais!

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.