sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Os deolindos e os evangélicos

Note that the banana:

1. Is shaped for human hand
2. Has non-slip surface
3. Has outward indicators of inward content:
Green-too early,
Yellow-just right,
Black-too late.
4. Has a tab for removal of wrapper
5. Is perforated on wrapper
6. Bio-degradable wrapper
7. Is shaped for human mouth
8. Has a point at top for ease of entry
9. Is pleasing to taste buds
10. Is curved towards the face to make eating process easy

Por falar em alarves de vária pena e pêlo, ontem a minha mulher estava-me a contar uma cena dum livro do Proust - Sodome et Gomorrhe - em que ele, de volta a Balbec, descreve a tristeza com que a morte da avó o abateu... e eu lembrei-me dum valente membro do Tea Party, com ambições culturais, que me declarou há pouco tempo que tinha tentado ler "o Proust", mas que ele "metia frases dentro de frases e não se percebia nada..."

A maioria dos texanos é avessa a tudo o que lhes cheire a cultura ou erudição. Há aqui uma raiva honesta e absoluta a tudo o que possa sustitar uma emoção estética, uma ideia, ou um raciocínio... O Woody Allen é "um porco", o Miles Davis "um drogado", o Andy Warhol "um oportunista"...

Aqui a felicidade é possível e depende de cinco coisas, todas baratas e abundantes: a Bíblia, a bandeira, doces, bacon e filmes pornográficos.

Don McLeroy, o dentista que durante anos foi presidente do Texas Board of Education, nomeado por Rick Perry, tinha no seu website (que eu não consigo encontrar) uma frase dum americano célebre do século XIX, chamado William James (1842-1910), que pregava a necessidade de ensinar aos estudantes "the will to believe".

Acho que todos os deolindos juntos, bêbedos e com vuvuzelas, não conseguem desatinar-me tanto como um único destes idiotas, criminosamente estúpido e poderoso, cada vez que abre a boca.

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.