sábado, 24 de setembro de 2011

Autonomia da Madeira: um fracasso

Não tenho pachorra para a conversa da independência da Madeira. Nem na versão continental («estamos fartos de aturar o Jardim e pagar-lhe os havanos»), nem na versão madeirense («se não nos dão mais dinheiro, então aparecem mais umas bandeiritas da FLAMA»). Porém, perante a gestão da Região Autónoma cada vez estou mais convencido de que se deveria discutir seriamente, isso sim, o fim da autonomia madeirense. Para representação política democrática bastam a República e os municípios. (Os Açores, enquanto forem geridos com um mínimo de decência, são outro assunto.)