quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Balanço do congresso do PS: que é feito do sentido de estado?

Depois do lamentável episódio com António Costa (que fez a única coisa que poderia ter feito), perante as câmaras da TVI, apetece perguntar a António José Seguro: é parvo ou faz-se? É que o mais confrangedor disto tudo é, aparentemente, ser tudo “perfeitamente normal” para Seguro, a avaliar pela sua atitude. Para alguém deslumbrado perante as câmaras de televisão, tudo fazendo por lá aparecer (mesmo sendo uma figura pública há 25 anos), bem nos bastava a nossa primeira dama.

Sem comentários :

Enviar um comentário

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.