quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

E a terra das oportunidades é... a Escandinávia

Toda a gente sabe que as economias mais liberais, como os Estados Unidos e a Inglaterra, são onde o Estado é um empecilho menor ao sucesso económico de cada um, certo? Não há um estado pesado que corta as pernas ao empreendedorismo, certo? O sucesso calha aos mais aptos, certo? Numa economia mais liberal, só nós somos culpados se não tivermos êxito, certo?
Errado.
Há vários estudos, e aqui abaixo fica mais um, que mostram o contrário. É nos países escandinavos - aqueles com cargas fiscais acima dos 50% - que o sucesso económico de uma pessoa menos depende do sucesso económico dos pais. Ou seja, é onde o sucesso depende mais de cada um, do que aquilo que herdou.
E é fácil imaginar porquê. O estado social garante a todas as crianças uma verdadeira igualdade de oportunidades, especialmente em termos de educação.


Por cada 1% a mais que uns pais americanos ganham, os filhos vão ganhar mais 0,5%. Por cada 1% a mais que uns pais dinamarqueses ganham, os filhos vão ganhar apenas mais 0,15%.
(Mais precisamente, o que aparece na figura é derivada parcial d log(rendimento)/d log(rendimento pais))