domingo, 16 de janeiro de 2011

Vale a pena meditar nisto

Há dez anos, na última reeleição, as sondagens exageraram a margem de vitória de Sampaio entre 8% e 12%. E subestimaram todos os outros candidatos (imagem via Margens de Erro). Não há qualquer razão para pensar que desta vez seja diferente. E as sondagens dão a Cavaco vantagens de 7% ou 10%. Talvez seja por isso que Cavaco aparece agora tão nervoso, como nunca se vira em 1987, 1991, 1996 ou 2006.
De hoje por uma semana, a esta hora, já saberemos a resposta.