terça-feira, 3 de abril de 2012

Revista de blogues (3/4/2012)

  • «No passado dia 14 de Junho de 2007 escrevi aqui no Blogue um texto dedicado ao tema dos chamados produtos homeopáticos a que dei o título de «Sem Indicações Terapêuticas Comprovadas». Aí escrevi que na «Farmácia Homeopática de Sta. Justa» são «livre e impunemente vendidos, ou melhor, "impingidos" ao público, preparados misteriosos a preços astronómicos, embora sejam mistelas compostas quase só por água e nunca ninguém tenha conseguido demonstrar a sua eficácia ou sequer o seu efeito». E disse ainda que a atividade destas coisas chamadas «Farmácias Homeopáticas» cabe bem dentro do âmbito das competências de fiscalização da «A.S.A.E.». Pois bem: A tal «Farmácia Homeopática de Sta. Justa» não gostou. Vai daí, acusou-me do crime de «difamação»: diz a farmácia que a ofendi na sua honra e consideração e que, por isso, violei o artigo 180º do Código Penal Português. E lá vou eu a julgamento no próximo dia 17 de Abril (pelas 9,30H na 3ª secção do 3º juízo do Tribunal Criminal de Lisboa, no Campus da Justiça, na Expo). Vai ser giro! (...)» (Luís Grave Rodrigues)
Aproveito para manifestar a minha solidariedade para com o Luís, que aliás conheço pessoalmente. O texto incriminado está aqui.

5 comentários :

  1. Vamos seguir com curiosidade. Esse senhor tem uma lista extensa de pronunciamentos cuja legalidade deveria ser apreciada pelos juízes.

    ResponderEliminar
  2. Ai sim, Nuno? Quer processar o Luís por escrever sobre a ICAR?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não lhe dou essa importância. Mas, se tivesse o vagar que ele e você aparentam ter para se meter com quem não segue as vossas convicções, não deixaria de ser um passatempo didático.

      Eliminar
  3. Mas está tudo doido?
    Só espero que o juíz obrigue a meter "sem indicações terapêuticas comprovadas" logo na porta de entrada e/ou em toda a comunicaçäo das lojas homeopáticas!

    Difamaçäo por escrever... o que está escrito em todos os rótulos dos produtos destas lojas?

    Bem, nunca mais escrevo que a Super Bock tem álcool que provoca embriaguez que pode dar em infortúnios... serei processado por difamaçäo?

    ResponderEliminar
  4. um advogado dos graúdos a ser julgado?

    acho que desde Soares nos idos de 69 nunca foi nenhum condenado a mais do que umas viagens com charuto e cognac

    ou a uma prisão em que os cadastrados alimpavam as latrinas do senhor doutor

    o vale e azevedo foi julgado como dirigente desportivo
    é um caso à parte

    Vai ser giro! (...)» (Luís Grave Rodrigues) curiosmente são os únicos que acham giro ir a tribunal

    os polícias quando vão...até se põem finos
    é que só a ralé é condenada nos tribunais..
    e um ou outro anjo caduco pra dar o ex-em pl'o...

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.