quinta-feira, 29 de julho de 2010

O papel do Paquistão (e a ausência de debate em Portugal)

A divulgação de relatórios da guerra afegã provocou declarações do Primeiro Ministro britânico e do Presidente afegão, que poderão anunciar a mudança da atitude internacional perante o Paquistão; causou divisões nos Democratas dos EUA; e reacções no parlamento alemão.

Em Portugal, tudo calado. Ninguém discute como está a correr a guerra no Afeganistão, e nem sequer se faz sentido tratar como  um aliado o mesmo Paquistão que  sempre apoiou os talibã, enquanto se isola internacionalmente, por muito menos, o Irão. E na lusa blogo-esfera, os falcões de trazer por casa divertem-se, ao bom estilo machista, a tratar quem denuncia massacres de civis de «Paris Hilton da boa consciência pequeno-burguesa». Assim vai o debate político em Portugal.

8 comentários :

  1. foram de organizações que apoiaram os talibans Shahpur Zahidani Professor Amin Brigadier Samson Simon Sharaf, Karmal ,Asaf Simchoni Ramtanu Maitra, Dr.Prof Safrastyan,outros são teóricos da geopolíticaWHY USA WILL NOT STOP THE WAR the transition point to state sanctioned violence however, remains a challenge. US senators chose to seal their conscience.
    Pathetically, there were no consequences and no lessons learnt.. In prolonged conflicts, this emotive factor driven by mixed feelings of hate, love, patriotism, ideologies and beliefs even manages to over power the Having witnessed the stagnant coalition operations in Afghanistan for the past eight years and their inability to neither control the Afghan resistance nor eliminate erstwhile ally turned enemy Al Qaeeda, I am forced to comment that expecting Mullah Omar to control Al Qaeeda was insanity of the highest order. Abundant intelligence chatter on the internet indicates frequent contacts of the principal actors like Khalid Sheikh Muhammad, Omar Saeed Hate of US Policies has grown from thousands to hundreds of millions.
    Back in 2002, I had commented that this was a war of hate and USA would ultimately loose it. with killing fields spreading world over.

    political-military and industrial complexes, The foreign presence in Afghanistan and Pakistan is part of problem rather than the solution;The coalition Governments must immediately order a cessation of all military and sting operations in the region and allow peace to be negotiated.2. Al-Qaeda is a convenient tool to blanket all opposition to US policies in the region and impose unilateral policies; All efforts to use this pretext to prolong the presence in the region Afghan movement is led by leaders who are indigenous to Afghanistan and legitimate representatives of resistance to foreign occupation; These leaders must be treated as party to peace and brought into a comprehensive dialogue process as reflected in Pak-Afghan Jirga of 2007.The Government of Pakistan must carry forward the inconclusive negotiations of 1996 and assist all Afghans (Resistance and Northern Alliance) to mediate peace. It is not Pakistan’s responsibility to ensure logistics for coalition forces in Afghanistan knowing well that much of it is used to destabilize and terrorize Pakistanis;
    http://insight-and-foresight.blogspot.com/
    é um moderado com boa visão
    o Amim exceptuando o seu gosto pela porno e dizerem ser um homi da CIA ...boato rançoso
    é um indivíduo com visão
    como o tema era o paquistão
    talvez percebam melhor
    o problema falando com os afgãos (amin)e paki's
    ou simplesmente lendo-os

    ResponderEliminar
  2. Professor Amin
    quando iluminados destes e pessoas "tolerantes" destas tomarem conta do paquistão e já tomaram durante a ditadura militar
    não creio que as coisas melhorem
    há muito revanchismo
    http://india-pakistan-war.blogspot.com/

    e apesar de tolerantes são devassos
    http://military-women.blogspot.com/?zx=3c3e20f85055a2c8
    e quando 50% dos seguidores dos seus 70 blogs nem cara têm,ou têm caras esquisitas, percebe-se que algumas coisas não são assim tão tolerantes

    Brigadier Samson Simon Sharaf,o dragão da fronteira, com as suas ideias de linhagens, fazer linhagens de pessoas como se fossem cães, este é de boa estirpe o outro não...é são pessoas tolerantes
    Karmal ,Asaf Simchoni Ramtanu Maitra,
    pois quando os americanos, sairem e ficarem estas e outras tolerantes pessoas, duvido que haja muitas melhorias
    sem esquecer
    http://low-intensity-conflict-research.blogspot.com/
    eu cá acho que entre estes tolerantes e os fanáticos que os EUA criaram não há assim tanta
    diferença

    ResponderEliminar
  3. a mensagem anterior é puramente insultuosa vises på Jacob Golani
    Shahpur Zahidani,Karmal
    und Professor Friedman Oppfølgingskommentarer blir sendt til me, por mim até podem apagar
    http://www.scribd.com/doc/22457862/Pakistan-Army-Journal-The-Citadel

    dizer que gente que escreve jornais com nomes como cidadela são liberais, esclarecidos e tolerantes?
    entre inteligência e capacidade de
    diálogo vão largos passos
    robotsperreteksten. Prøv igjen
    já provo,com o metal que tenho internamente não devo estar longe..

    ResponderEliminar
  4. agora dizer que o Paquistão, sempre apoiou os talibã, é falso cada um destes senhores da guerra,
    apoiam as suas gens, os seus grupos tribais, Amin é pró-pasthun,
    outros esmagaram pasthuns y quirguizes, por isso meter os Paquistaneses como apoiantes dos talibãs, é duvidoso, até por muitos terem um estilo de vida que choca com a moral das tribos de montanha.
    Acho o vosso Posts tão simplista, como comentários e blogs de certas coisas.
    E os relatórios foram divulgados por facções que têm interesse nessas divulgações.
    Eu não sou falcão, nem pomba, por vezes creio ser racional.
    Massacres de civis, num país com 20 milhões de armas, os únicos civis são mulhers e crianças e até estas os Hazara andam a armar, por isso.
    Os melhor armados conquistadores, esmagam a esmo os índios afgãos
    e por cada morto um novo feudo de sangue a ser cobrado.
    é uma guerra civil de 200 anos
    e inter-tribal antes disso

    ResponderEliminar
  5. Os hazaras são 25% da população afegã e são considerados de má raça....indignos do país que em tempos dominaram, para piorar são xiitas, logo anti-talibãs sunitas
    e são bombardeados pelos dois lados....e atacam tanto americanos como afgãos de outras e da própria etnia, portanto quando cortam 20 pescoços numa aldeia, por terem sido atacados e os americanos os bombardeiam "preventivamente"
    para dar uma mensagem ao Irão
    bom...creio que talvez unilateralizar o massacre...
    estariam melhor sem os americanos
    após 30 anos consecutivos de guerra?
    obviamente estariam

    ResponderEliminar
  6. O apoio do ISIS aos talibã está bem documentado. E os novos dados evidenciam que esse apoio não cessou de 2001 para cá.

    ResponderEliminar
  7. apoio ISIS aos talibã está (bem) documentado
    mas não são os únicos que eles apoiam
    apoiam muitas facções
    é normal
    o amin andava a publicar coisas sobre isso na net há uns anos
    não sei se ainda existem
    e é normal que apoiem é necessário manter laços com as tribos do norte
    necessidade política e militar

    ResponderEliminar
  8. E os novos dados evidenciam que esse apoio não cessou de 2001 ,,,,isso é como ai em cima é u propaganda chinês,(flor de lótus
    ícone)

    as monções estão fortes,muita gente perde as terras e casas, migram para sítios onde não os querem, são crentes e viram-se mais para as suas crenças em alturas de necessidade, são 40 milhões no norte, apelá-los(?) todos de talibans é excessivo

    necessitam de ser subsidiados, acicatados uns contra os outros
    para manter o status quo
    é uma política divide e conquista
    ou mantêm inócuos...poucos compreendem a realidade paki
    e os americanos, poucos a entendem
    bolas nem os pakis.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.