terça-feira, 13 de julho de 2010

A saga de Roman Polanski

E pronto. A Suiça não entrega Polanski ao comité de linchamento da Califórnia republicana porque o procurador foi estúpido demais para conseguir instruir o processo convenientemente.

O pessoal já se estava a babar com a ideia de chamar a vítima mais uma vez a depor e poder ver as fotografias, comê-la com os olhos, fazer-lhe as perguntas íntimas e repugnantes que lhe fizeram há 33 anos (agora em frente às filhas dela), lamberem-se com os pormenores e masturbarem-se às escondidas na casa de banho do tribunal.

Eu sei que eles dizem que é por causa da vítima, e da justiça, blábláblá. Mas eu conheço-os melhor: estou há 12 anos nos EUA e ainda não encontrei um puritano que não fosse um sociopata depravado e violento.

Se os puritanos da Califórnia se preocupassem com a pedofilia tinham prendido pelo menos alguns dos milhares de padres católicos que foram apanhados com a boca na botija.