sábado, 5 de junho de 2010

Mais propaganda monárquica?

Anuncia-se que a RTP produzirá quatro mini-séries para assinalar o centenário da República. Recordo-me logo da série «O dia do regicídio», produzida em 2008, em que os republicanos foram representados como uns demagogos, violentos e sem razões, os monárquicos como uns anjos, cordatos e cultos, e a repressão franquista como inexistente. O actor monárquico Virgílio Castelo compôs um tribuno republicano do qual se insinua que teria mandatado o regicídio, e que chega a beijar a pistola do crime. Rigor histórico: zero. Equilíbrio: nenhum. No momento do regicídio, o ridículo total: a realeza sangra e sofre, os regicidas não soltam uma gota de sangue.

Espero que desta vez a RTP não esteja a programar mais propaganda monárquica.