sexta-feira, 19 de março de 2010

Terrorismo

Exactamente como os terrorismos de estado, os terrorismos privados têm três objectivos fundamentais: poder, dinheiro e sexo. As actas das “Brigadas 25 de Abril”, as histórias das vidas privadas de Carlos ou de Jacques Vergès,o livro de Stefan Aust sobre o grupo Baader-Meinhof, ou agora a aliança da ETA com a Camorra, não deixam muitas dúvidas sobre uma coisa: somos todos iguais.