sexta-feira, 5 de março de 2010

Pena de morte

Entre as ocupações mais sinistras dos americanos, as execuções de pessoas devem ser uma das mais repugnantes. Encontrei este documento na internet que acho que ilustra bem o problema em 4 páginas de estatísticas. Lembro-me que quando cheguei aqui, há quase 12 anos, li um artigo muito interessante sobre o significado das execuções como sacrifícios humanos. Não me lembro do título nem do autor.

Se depois de lerem as estatísticas vos parecer que a pena de morte é uma coisa inexplicável - cruel, cara, injusta, ineficaz, etc. - pensem nisto: serve para acalmar uma população profundamente supersticiosa, puritana, isolada e que vive aterrorizada por um Deus horrível, um ditador do Terceiro Mundo que vive no Céu e vê tudo e sabe tudo, e que se regala a condenar e a torturar quem lhe desobedece ou, pior, quem se diverte.

Os americanos circuncisam os filhos para evitar que eles se masturbem e ofendam a Deus. E é dentro desta "lógica" que sacrificam "os maus".

2 comentários :

  1. A circuncisão impede a masturbação?
    Não me avisaram. Olha, agora é tarde!

    ResponderEliminar
  2. Como não sou circuncisado, não sei, mas o General Kellogg achava que sim. E como a Bíblia (Genesis 38) é clara sobre este assunto... :o)

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.