sexta-feira, 19 de março de 2010

PEC: divisões no governo?

Vários jornais reportam hoje que os cortes nas prestações sociais (particularmente no RSI) tiveram oposição no próprio Conselho de Ministros. Até se descobriu subitamente uma «ala esquerda» do governo, liderada pelo Ministro da Economia Vieira da Silva e contando ainda com Alberto Martins e Ana Jorge. Seguiram-se os desmentidos da praxe, mas as divisões na bancada parlamentar, essas, são públicas (e indesmentidas).

Há razões para desconfiar que o PEC foi previamente decidido e acordado alhures, provavelmente em Bruxelas. Mas só em surdina se pode admitir que a nossa soberania está, de facto, limitada.

1 comentário :

  1. Mesmo que tenha tido ajudas extra-nacionais, dado o nosso momento actual, penso que todas as ajudas são bem-vindas.
    Se a crise é global porque não uma solução global também? Afinal a UE serve para mais do que atribuir fundos. A qualidade de vida Portugueses depende disso.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.