sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Tudo é permitido

Há dez anos que descobri, na blogosfera e em revistas obscuras, uma estirpe de liberais que defendem que o Estado não pode ter a mínima interferência nos salários do sector privado, não podendo, sequer, fixar o salário mínimo.

Ora, no mundo às avessas em que vivemos desde a invasão troiquista, tudo é possível. Até a tróica ordenar a redução dos salários no privado (vão publicar uma lei, é?), e os neo-ultra-mega-hiper-liberais nem sequer pestanejarem.

Enfim, se não pestanejam agora é porque não pestanejarão quando um dia um governo de esquerda pós-tróiquismo limitar os salários dos gestores e banqueiros (incluindo os privados), por decreto-lei, e a seguir limitar os dividendos da banca. Vai ser um festim...