sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Começam a acontecer coisas estranhas



Vi este filme pela primeira vez na Jugular. É confuso: há um indivíduo a ser espancado contra uma porta, depois um dos que o atacam puxa de um bastão e agride-o com violência. Nenhum dos envolvidos usa uniforme. No final, chega a polícia e o do bastão não é incomodado, enquanto o indivíduo espancado é detido.

Há um relato complementar no Facebook. Afirma-se que os agressores são polícias à paisana, e que o detido seria espanhol. E estes acontecimentos dão-se durante a (tentativa de) invasão das escadarias do Parlamento.

Há aqui duas ordens de questões a colocar. Primeira: como se deu o início da violência, e qual a razão para a detenção? O filme não esclarece o que se teria passado anteriormente. E a violência, do ângulo em que foi filmada, parece excessiva. Segunda questão: a PSP (e/ou o SIS) infiltram paisanos nas manifestações, como se prova no vídeo (e já tinha acontecido). Serão aqueles que gritam mais? Os que incitam à ilegalidade e à violência e depois sacam do bastão e agridem aqueles que se deixaram entusiasmar? Não será ilegal, mas é completamente imoral. E vai gerar reacções em sentido contrário, cedo ou tarde.

4 comentários :

  1. E há outra questão: o que andava o cidadão estrangeiro a fazer na manifestação? A prestigiar a globalização ou a fazer turismo político?

    ResponderEliminar
  2. Devia andar a protestar contra a Merkel. É proibido? Ou só o dinheiro é que pode circular?

    ResponderEliminar
  3. Ora cá está a vítima

    http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=2160317

    ResponderEliminar
  4. Claro que a probabilidade do nuno gaspar estar certo -- ou de a notícia do DN estar certa -- é altíssima. Quem leva porrada da polícia é quase sempre delinquente.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.