segunda-feira, 21 de novembro de 2011

«Já não há crucifixos nas escolas públicas portuguesas»

Alguns laicistas têm propagado o rumor de que há escolas públicas portuguesas onde ainda existem crucifixos afixados. Como comprovou o Público na edição de ontem (ver a fotografia acima), é um rumor sem qualquer fundamento.

14 comentários :

  1. Crucifixos são cada vez menos. Agora os bufos zeladores do anticlericalismo jacobino proliferam.

    ResponderEliminar
  2. O jornal Público (onde escrevem beatos como Bento Domingues e António Marujo) é um jornal «bufo zelador do anticlericalismo jacobino»?!

    ResponderEliminar
  3. Sabem o que realmente me incomoda? Não é o facto de estar lá o crucifixo , como também não me incomodaria se o retirassem. sou católico praticante mas na verdade não vejo muito bem porque razão se colocaria um crucifixo numa sala de aulas havendo locais dedicados ao culto mesmo nas escolas. Mas dizia sabem o que me incomoda mesmo? é que de parte e de outra laicos e crentes se insultem mutuamente como se a opinião sobre a ausência ou a presença do dito revelasse algo de mais que não essa mesma opinião. No que me diz respeito acho que está lá a mais e como digo sou católico praticante ... e pronto agora querem utilizar algum termo para a minha pessoa?

    ResponderEliminar
  4. Laico em política e católico em religião, Fernando Vasconcelos?

    Se calhar o problema é mesmo isso ser uma raridade...

    ResponderEliminar
  5. Ricardo, esclareça-me:
    Qual a lei ou regulamento que obrigava a presença de um crucifixo na parede de uma sala de aula ou de um quarto de hospital?

    ResponderEliminar
  6. Pensei que já conhecesse a Lei nº1:941, Nuno:

    http://www.laicidade.org/wp-content/uploads/2006/10/rl-lei-1941-1936-04-11-b.pdf

    ResponderEliminar
  7. Obrigado, Ricardo, mas isso é letra morta, nada nessa lei está em vigor há muito tempo. Nem manuais, nem liceus, nem canto coral, nem hino nacional,.... Foram desenterrar essa peça arqueológica só para satisfazer uma obsessão que não vos larga. Publicar uma lei a proibir a colocação de crucifixos está ao mesmo nível duma lei que a torna obrigatória. E os vigilantes da sua aplicação também.

    ResponderEliminar
  8. Laicidade e clericalismo ao mesmo nível?

    Quer dizer que obrigarem-no a ir à missa e deixarem-no ir onde quiser é a mesma coisa?

    Ó Nuno...

    ResponderEliminar
  9. Ricardo,
    não diz qual é a escola por acaso?
    Gostava de escrever.

    ResponderEliminar
  10. Há dúzias de escolas com parafernália variada a ganhar pó porque nunca os mudaram de lugar

    também há escolas que têm o retrato do Mário Soares atrás de um armário com um cruxifixus ao lado

    e o retrato do maligno nã se desfax em chamas

    e nã é Resende é Reside in deo
    por contracção e abjuração das letras a pagar ficou Resende

    ResponderEliminar
  11. ora logo agora que tinha uma reside in deo mejorjita

    bou ber por no cracia
    ou por no ateismus?

    é que como dezia o outro a internet só dá pra isto

    ResponderEliminar
  12. Sim... isso eu vi... mas em Resende haverá certamente mais do que uma escola.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.