terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Amado: de ministro a filólogo; melhor seria demitir-se

Amado foi hoje dizer à Comissão de Negócios Estrangeiros do Parlamento que os EUA fizeram «diligências» e não «pedidos». Tão giro. O telegrama da embaixada de Sete Rios fala em «request». Sócrates negou, no Parlamento, que o Governo tivesse recebido «pedidos». Agora dizem-nos que não foram «pedidos», mas sim «diligências».

Estou a ver. Quando está ao balcão do café, Amado não pede uma bica: faz diligências para receber uma bica.

Seria melhor deixar de gozar connosco e ir para o olho da rua.