sábado, 18 de setembro de 2010

Os malandros dos desempregados e do rendimento mínimo

Governo quer todos a ajudar na limpeza das matas e florestas diz a notícia da TSF. Por todos poderia entender-se uma campanha de apelo à participação das populações na limpeza das florestas.
Mas não. O governo pela mão do secretário de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural alinha com a direita mais populista e quer pôr especificamente "os desempregados e beneficiários do Rendimento Social de Inserção" a "ajudar".
A avançar, seria um precedente grave e uma total distorção do conceito de solidariedade do Estado Social.

Adenda (19 Out):
O Secretário de Estado explica que será trabalho remunerado, embora com valores baixos de 20€ ao dia. Se for remunerado e de participação estritamente voluntária, não me choca a ideia. Julgo contudo que deveria ser um "biscate" aberto a todos, jovens, pessoas fora do população activa, etc.