quarta-feira, 13 de outubro de 2010

PCP, um partido sem memória, com Alzheimer

Desde o fim-de-semana que Liu Xia, a esposa do prémio Nobel da Paz, se encontra em prisão domiciliária arbitrária. Não existe nenhuma lei na China que justifique a sua prisão, nem este acto foi justificado pelas autoridades chinesas. O crime da senhora Xia é ser esposa de um cidadão que pensa pela sua própria cabeça.
Este tipo de actuação é tal e qual a metodologia da PIDE nos seus melhores dias. Só o PCP é que não vê isto. Este PCP demente abstrai-se por completo do que muitos dos seus ex-militantes e ex-simpatizantes sofreram nas mãos da PIDE, as prisões arbitrárias, as condenações pelo simples facto de se ter opinião, as denúncias por pura dor de cotovelo, etc. A ortodoxia actual do PCP entrou em conflito crónico com a própria memória do partido, atingiu o estado Alzheimer. Disso é prova o fanatismo ideológico e a cobardia institucional presentes no comunicado do PCP sobre o Nobel da Paz .

8 comentários :

  1. Obama, que também foi Nobel da Paz, deveria embargar a China como faz com Cuba. Mas não embarga porque está refém do poder económico de uma China que compra a dívida americana de há uns anos a esta parte. Era bom que se falasse nisso, mas é mais fácil bater num PCP que, verdade seja dita, apoia incompreensivelmente a China.

    ResponderEliminar
  2. nando:

    O que não falta neste blogue são textos (pelo menos meus) a criticar Obama.

    Já lhe chamei «Barack traidor Obama».

    ResponderEliminar
  3. Concordo com as considerações sobre a relação entre a China e Obama, que de certa forma contradizem o comunicado do PCP.

    Eu sei que é fácil bater no PCP, por isso é que o faço raramente. Mas desta vez não perdoo àqueles dementes do Comité Central a cobardia perante o sofrimento absolutamente desnecessário que está a ser infringido à mulher do Xiaobo, ao próprio Xiaobo e a todos os dissidentes anónimos que vão levar à grande no costado por estes dias. O PCP não deveria esquecer que no passado sofreu o mesmo tipo de ataques.
    E pergunto-me se não estarão motivos económicos por detrás do comunicado do PCP. Será que entra guito vindo da China?

    ResponderEliminar
  4. "E pergunto-me se não estarão motivos económicos por detrás do comunicado do PCP. Será que entra guito vindo da China?"

    Era precisamente aí que queria chegar. Qual é a diferença entre a posição do PCP e a posição dos EUA?

    ResponderEliminar
  5. não sei qual a surpresa. na altura, o pcp também achou o kgb (e julgo que continua a achar) muito mais simpático que a pide.

    ResponderEliminar
  6. Rui,
    não me parece que a China actual apoie financeiramente movimentos ou partidos fora do poder, com a possível excepção dos de alguns países na vizinhança próxima do «Império do Meio». Mesmo no período mais «ideológico» da China comunista, esse apoio ia para o Terceiro Mundo e não para a Europa.

    A presumível ausência de apoio financeiro torna a solidariedade do PCP ainda mais irracional, embora seja irrelevante para a sua imoralidade.

    ResponderEliminar
  7. O governo chines não é santo algum ... mas o este Nobel da Paz é um oportunista de 1ª.

    Embargo economico??? Isso é o cumulo da hipocrisia

    ResponderEliminar
  8. o estado e a sua manutenção é vital

    o indivíduo não conta

    e é assim há 3000 anos numa china superpovoada o primeiro estado malthusiano antes de malthus

    e os fins justificam os meios
    nenhum vero marxista
    pode deixar levar-se em pieguices humanistas

    logo é muita desconsideração atacarem assi o pcp

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.