terça-feira, 20 de abril de 2010

The Seven Year Itch

Há católicos (e até ateus clericais) que dizem que a visita do Papa ao seu país é «o momento mais importante das suas vidas». Não o nascimento, nem o conhecerem a pessoa que amam, nem aquele momento de felicidade, nem o terminarem um (suado) curso universitário, nem o nascer de um filho. Não, a visita de um tipo de branco é mais importante do que isso tudo.

Sendo assim, devo dar-lhes os parabéns, porque, pelas minhas contas, um católico de 28 anos pode ir já para o quarto momento «mais importante» da sua vida. É obra: Wojtyla em 1982, 1991 e 2000, e Ratzinger em 2010. É uma visita a cada sete anos.