sexta-feira, 30 de abril de 2010

A França prepara-se para proibir os véus integrais

Eu acho que temos de fazer alguma coisa, enquanto podemos, para nos defendermos do fundamentalismo islâmico. Não sei se a proibição belga é um bom princípio (dissolvendo o problema islâmico numa sopa de infracções), mas é um princípio. A lei francesa parece-me melhor porque visa especificamente os muçulmanos fundamentalistas, criando um delito de "instigation à dissimuler son visage en raison de son sexe". E tenta não punir as mulheres, que são as vítimas.

Eu acho melhor sermos assertivos agora do que irmo-nos deixando enrolar nas falinhas mansas destes trogloditas (o que foi apanhado com quatro mulheres (escravas) e doze filhos, todos a receberem da segurança social, perguntou à França se agora era ilegal ter amantes).

Eu sei que muitas pessoas se deixam enganar com a história do pluriculturalismo, e que outras (sobretudo políticos) se deixam aterrorizar pelas as ameaças medievais de actos terroristas, mas acho que isto é como o nazismo: ou refilamos agora, ou estamos todos tramados.

1 comentário :

  1. Tanta tanga por 367 burqas,em França?!Hmmmm...Entretanto,foram 20 000 milhões para a iniciativa privada,mas ninguém fala disso........shhhh

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.