quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Subir a parada

O sucesso da venda de dívida não interessa: Cavaco quer mesmo é carregar no acelerador e aproxima-se de anunciar, daqui por uma semana, o despedimento a prazo de Sócrates.

 É tudo ou nada.