terça-feira, 27 de julho de 2010

A necessidade de uma alternativa à linha do Norte

Pessoalmente não creio que o mais urgente seja um TGV Lisboa-Porto. Acho bem mais importante uma reabilitação da vergonhosa e bem necessária linha do Oeste, permitindo a criação de um intercidades que servisse localidades como Torres Vedras, Caldas da Rainha, Marinha Grande, Leiria e Figueira da Foz, complementado com serviço regional e urbano. Mas se alguém duvida da necessidade de uma ligação ferroviária Lisboa-Porto alternativa à atual linha do norte, congestionada por comboios de mercadorias e regionais, que apresente solução para casos como o descarrilamento que ocorreu a semana passada, que causou a interrupção total de serviço por quatro horas e que, durante dois dias, na zona em causa todo o serviço se fizesse recorrendo só a uma via, com todos os atrasos que isso implica. Sendo eu utente frequente de ambos os tipos de comboios e passando frequentemente nesta zona, não gostaria nada que o sucedido tivesse ocorrido comigo.

1 comentário :

  1. Precisamos da aposta séria na ferrovia. Nos últimos 100 anos nem um 1km de ferrovia se construiu. Precisamos de investimento públicos nos transportes ferroviários: precisamos de electrificar e duplicar as linhas existentes; precisamos de criar estações inter-modais para conjugar os vários modos (ferrovia, rodovia. marítimo, fluvial e aéreo); precisamos da alta velocidade. Precisamos de mais e melhores comboios adaptados às varias necessidades e realidades específicas.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.