sexta-feira, 20 de maio de 2011

Resultados do inquérito sobre coligações

O inquérito sobre coligações terminou num fim-de-semana marcado pela quebra de serviço da plataforma blogger. Os resultados reapareceram, e são os seguintes.

Dos 194 leitores do Esquerda Republicana que participaram, o maior grupo (59 leitores, 30% do total) prefere uma coligação PS+BE+PCP. A maior distância, encontram-se aqueles que preferem um governo unipartidário (27, 13.9%), quase tantos como os que querem uma coligação PS+BE (26, 13.4%). Menos desejadas pelos nossos leitores são as coligações PS+CDS (15, 8%) e PSD+CDS (14, 7%), e a opção «outra combinação» (15, 8%). Ainda menos populares são as coligações PSD+CDS+BE+PCP (8, 4%) e PS+PSD+CDS (7, 4%), ou PS+PCP e PS+PSD (para ambas, 6, 3%). As outras opções tiveram 3 votos ou menos.

3 comentários :

one hundred trillion dollars disse...

ou seja preferem sopas de ngovernabilidade

é uma opção
de um modo ou doutro
continuarão os défices de 9,55 mil milhões dos gastos autárquicos a aumentar a 1000 milhões por ano

mais 1300 milhões de empresas municipais mais 1500 de empresas públicas

mais 6000 milhões acumulados em gastos excedentários dos ministérios
mais...mais

18 mil milhões + de 10% da dívida
total

da qual muito contribuiram gentes do PS PSD CDS CDU BE e até consultadorias jurídicas de gentes do PCTP/MRPP e nem estou falando do Garcia Pereira

logo...esperar que os abutres do PS CDU e BE sejam melhores a partilhar o saque

e a extinguir lugares que ocupam em institutos públicos

que as moscas do PSD CDS

é ser.....metodologista de Hondt

Maquiavel disse...

Pois é, sopa de ingovernabilidade... quem tem fome come sopas, é certo.

E lá na pobre Finländia, que tem para emprestar ao rico Tugal e sobra-lhes para manter o Estado Social forte mesmo com baixas de impostos, a "sopa" tem 6-ingredientes-6!!!

AAAAAH, mas eles säo pobres...

né?

Ricardo Alves disse...

Realmente os europeus são muito tontos. Ao contrário de Portugal, que insiste em governos monopartidários, fazem coligações... sectários!