terça-feira, 17 de maio de 2011

Holier-than-thou...

Parece que Bin Laden tinha uma colecção formidável de filmes pornográficos. Afinal não era tudo mau no ocidente.

4 comentários :

Luís Lavoura disse...

Calma. A religião muçulmana faz uma distinção clara entre aquilo que se faz fora de casa e aquilo que se faz entro de casa. Fora de casa as mulheres (e os homens) são supostas vestir-se modestamente e cobrir razoavelmente o corpo; dentro de casa, porém, podem vestir-se imoderadamente ou não se vestir de todo!

Dentro dos meus limitados conhecimentos do islamismo, não me parece haver nada de contrário a essa religião em uma mulher deixar-se filmar em filmes pornográficos, nem em um homem consumir tais filmes dentro de sua casa.

Ou julga o Filipe Castro que os muçulmanos não têm vida sexual?

Ricardo Alves disse...

Luís Lavoura,
mas há algum país de população muçulmana em que a pornografia seja legal?

one hundred trillion dollars disse...

erotismo islâmico desde o jardim perfumado sempre existiu

foi divulgada a literatura erótica no islão durante 5 séculos

contrariamente ao ocidente em que foi reprimida

a reprodução de imagens seja em pintura fotografia seja em filme
já é uma questão mais discutível

dorean paxorales disse...

acho que, bem vistas as coisas, degustar porno deve ser das poucas atividades que o sr.laden teve que podem ser consideradas saudáveis.