terça-feira, 5 de outubro de 2010

Contas de mercearia

Um grupo de indivíduos que defende que Duarte Pio deveria ser o chefe de Estado vitalício do país, veio criticar os custos "obscenos" das comemorações do centenário da República. Estas comemorações arrancaram há mais um ano, acontecem uma vez por século, incluem vários eventos culturais e exposições abertos a todos, e terão custado 10 milhões de euros, 1 euro por cada português.
Por comparação, a família real britânica custou à volta de 0,8 euros por cada inglês em 2008. Este custo repete-se todos os anos e é exclusivamente para usufruto privado de alguém cujo único mérito é ser filho de quem é.
Pessoalmente não uso argumentos de mercearia para defender a República, fico é espantado por a Casa Real o fazer para a sua causa.

Adenda:
Ainda no tópico das contas de mercearia, descobri aqui que há jornalistas (já nem falo nos bloggers) que não sabem que a Presidência da República em Portugal não tem a mesma função que a Casa Real em Espanha. A primeira é um órgão político, com toda uma equipa de técnicos, a segunda é pouco mais que um ornamento.

E por hoje ser o dia que é:

VIVA A REPÚBLICA!