sexta-feira, 8 de junho de 2012

Aprígio Santos

Li no jornal que o empresário Aprígio Santos foi condenado a reconstruir os habitats que destruíu no Algarve e fiquei a pensar que esta deve ser a primeira vez que um empresário não faz vingar a política do acto consumado.  Mesmo que seja só por uma vez, Portugal está de parabéns.  Era fantástico se os tribunais começassem a funcionar e Portugal pudesse vir a ser, um dia, um estado de direito.