terça-feira, 15 de junho de 2010

Proibição das burcas em Espanha

Depois de Lérida, seguiu-se Tarragona, seguir-se-á Barcelona e ainda Coín (em Málaga). Mais do que a laicidade, o pretexto invocado são os direitos das mulheres e a necessidade de as pessoas estarem identificáveis nos serviços públicos. Estas restrições do uso dos véus integrais aplicam-se apenas nos serviços municipais, mas deveriam ser acompanhas, na minha opinião, da remoção de símbolos religiosos cristãos que se encontrem em edifícios públicos.