sábado, 12 de junho de 2010

Aliança judaico-sunita contra xiítas

...Ou como o mundo é realmente complicado: rumores de que a Arábia Saudita terá garantido que deixa passar os bombardeiros israelitas quando forem bombardear o Irão.

5 comentários :

  1. Pelo contrário, Ricardo Alves, esta é a notícia que explica quase tudo e que demonstra que o imperialismo não tem cor nem alma nem religiãso.
    Os que querem reduzir o conflito no Médio-Oriente a razões religiosas ou racistas, perderam hoje mais um argumento.
    Nãi são esseas as contradições nem os interesses em jogo.
    Mas felicito-o pela notícia.
    Vai ser importante para os iranianos escplher os alvos a abater.
    Isto cada um escolhe as alianças que lhe vão mais a preceito.

    ResponderEliminar
  2. Não se trata de uma guerra contra xiitas, aliás boa parte da população da Arábia Saudita (na zona do Golfo) é xiita. Trata-se antes de uma normal confrontação entre estados e, a nível étnico, da confrontação entre árabes e persas. A Arábia Saudita, potência regional árabe, não quer que o Irão se torne sobremaneira poderoso e, especialmente, quer conter a potência persa.

    Luís Lavoura

    ResponderEliminar
  3. Luís Lavoura,
    confrontação entre árabes e persas, sim, sem dúvida. Mas os xiítas da Arábia Saudita são uma minoria oprimida. E a Arábia Saudita é oficialmente sunita/wahabita.

    ResponderEliminar
  4. NÃO ME LEVEM A MAL, MAS EU GOSTAVA QUE A ARÁBIA SAUDITA FOSSE BOMBARDEADA... ESSES GAJOS, MAIS OS AMIGOS DELES JUDEUS, HÁ MUITO QUE O MERECEM... PODE SER QUE AGORA...

    ResponderEliminar
  5. Ohhh... que engraçado.... judeus e islamicos contra islamicos....

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.