terça-feira, 5 de julho de 2011

Após o Prós e Contras (1)

Mais uma vez apareceu Fernando Santos a afirmar que “o nível de vida na Grécia é muito mais caro que em Portugal”, e para tal baseou-se nos seus hábitos de consumo enquanto português. Por exemplo, afirmou que um café custa três ou quatro euros. Tenho uma novidade para Fernando Santos e para muita gente que comete o mesmo engano: deve comparar-se, tratando-se da Grécia, com os hábitos de consumo… gregos. Eu já estive na Grécia e garanto que o café é ao mesmo preço da nossa bica. Mas é o café que os gregos tomam: o café… grego. O “espresso”, como é consumido sobretudo por turistas, é natural que seja mais caro. Quem costuma fazer este tipo de comparações (não é só Fernando Santos) provavelmente deve comparar depois o preço da pêra rocha, e de seguida o da água das pedras.