quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

As responsabilidades assumem-se

É impressionante ler o depoimento do chefe da CIA (Tenet) sobre como foram na tanga do iraquiano «Curve Ball» sobre as armas químicas inexistentes. Ou a CIA é completamente incompetente e os «informaçõezinhas» enfiam qualquer barrete que confirme os preconceitos deles, ou então está ele próprio a contar-nos uma treta. (Fischer acha que Tenet sabia que «Curve Ball» era mentiroso desde antes de 2005.)

Mas merece respeito quem, como Colin Powell, assume que fez o discurso mais importante da sua carreira quase integralmente baseado em informação falsa, e pede «explicações» à CIA e ao Pentágono. Para a generalidade dos portugueses, deve parecer quixotesco. Mas as responsabilidades exigem-se. E assumem-se.

(E, honestamente, acho que esta incapacidade dos portugueses de assumir responsabilidades quando algo corre mal tem muito que ver, desgraçadamente, com o fundo católico da cultura nacional.)

1 comentário :

  1. Também há uma terceira explicação para o "erro" da CIA: nem incompetente nem preconceituosa, mas sujeita a uma insuportável pressão, por parte dos homens do Presidente, para que apresentasse as provas que justificassem uma guerra que já tinha sido decidida. Lembram-se da cena do Dick Cheney a deslocar-se à sede da CIA para lhes dizer que eles não estavam a trabalhar bem, que não estavam a apresentar resultados? Lembram-se do caso Plame/Wilson (Wilson, o marido de Valerie Plame, era o embaixador que investigou o caso do urânio da Nigéria, concluiu que era falso, e se revoltou ao ver que a administração Bush continuava a fazer de conta que era verdade e se baseava nessa história para justificar a guerra).
    Não sei se Colin Powell deve pedir explicações à CIA. Antes do discurso mais importante da sua carreira já eu (até eu!) tinha lido na internet uma lista de alguns pontos falsos da sua argumentação. Ele fez aquele discurso naqueles termos porque tinha decidido previamente embarcar na loucura que tomou a pandilha à volta do Bush. O que era preciso era perguntar ao Powell porque é que embarcou nisso.

    ResponderEliminar

As mensagens puramente insultuosas, publicitárias, em calão ou que impeçam um debate construtivo poderão ser apagadas.