quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Um Presidente da República monárquico?

Fernando Nobre é dado como monárquico pela Causa Monárquica e pelos Realistas (e também por bloguistas monárquicos). É presidente da Assembleia Geral do Instituto da Democracia Portuguesa, associação filo-monárquica cujo Presidente de Honra se faz tratar por «Dom Duarte de Bragança», e cuja «Missão» inclui, estatutariamente:
  • «A Associação defende a necessidade de Portugal evoluir politicamente para uma sociedade mais democrática no âmbito do princípio de soberania popular e no pleno respeito pelo Estado de Direito, nomeadamente através da liberdade de definição constitucional da forma de governo.»
Esclareça-se: a República é de todos, e qualquer cidadão deve poder ser Presidente, inclusivamente os monárquicos. Mas as convicções políticas dos candidatos, particularmente sobre a questão do regime, não são, não podem ser, indiferentes. Mesmo que outras razões não pesassem, muito dificilmente votarei num monárquico para Presidente da República.
E mais: com esta candidatura, arriscamo-nos a perder um bom activista humanitário ganhando um mau Presidente. Ou a perder um bom activista ganhando um candidato cujo objectivo principal parece ser barrar o caminho a Manuel Alegre.