terça-feira, 21 de setembro de 2010

Revista de blogues (21/9/2010)

  • «Sarkozy, com esta sua política edificante da deportação cigana (uma espécie de "solução do problema cigano"), está a recuperar, de facto, um conceito que floresceu na Europa há sessenta anos: o da culpa objectiva. Não interessa o que tu fazes, interessa o que tu és. És culpado não por aquilo que fazes ou deixas de fazer, mas por aquilo que és. Independentemente de sofrerem leis humilhantes ou não, de serem internados em campos ou não, de serem deportados, de serem espancados na rua ou de serem abatidos a tiro ou em câmaras de gás, o princípio é o mesmo. Os ciganos estão a ser expulsos não por roubarem ou mendigarem, mas por serem ciganos. É essa a culpa daquela gente. Nesse sentido, o facto de alguns dentre eles se entregarem a práticas ilícitas é apenas um pretexto acidental.» (Carlos Botelho)