sexta-feira, 2 de março de 2012

Opções homicidas?

«O presidente da Associação de Médicos de Saúde Pública considera que o impacto de algumas medidas políticas na área da Saúde poderão também ter contribuído para uma taxa de mortalidade acima da média, avança a TSF

Se em vez de recrutar 4000 militares, ou abdicar das Golden Shares a custo zero, vender a EDP e o BPN aos amiguinhos, ou tantas outras escolhas que tais, não se fizessem cortes absurdos na saúde, algumas vidas teriam sido salvas.
Será excessivo chamar «homicidas» a estas opções?