sexta-feira, 18 de março de 2011

A mão invisível é solidária

"Tóquio sofre as maiores perdas desde o crash bolsista de 1987 e o maior declínio numa sessão desde a crise financeira de 2008."

O Japão pode contar com os mercados para recuperar do terramoto. Extinga-se o ministério do interior japonês. A bolsa, a caridade e a Opus Dei vão resolver tudo.