quarta-feira, 23 de março de 2011

Cavaco, igual a si mesmo

Dois ou três minutos antes do discurso de demissão do Primeiro-Ministro, a TSF dava conta que o presidente (com minúscula) fazia uma gracinha: antecipou-se ao discurso escrevendo na sua famosa página oficial que "o Presidente da República recebeu hoje, em audiência, o Primeiro-Ministro, que lhe apresentou o seu pedido de demissão".
O sentido de Estado a que nos sempre habituou.

2 comentários :

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

aceitou?

não aceitou...isso quer dizer algo

é um economista capaz que pouco fez nos últimos 6 anos

apesar de saber o que viria

protegeu os seus e os que não eram seus que comiam na mesma gamela

aparentemente os restantes bloquistas e pcpistas resignaram-se a comer os restos e fingir que protestavam

Filipe Castro disse...

Cavaco só tem a ganhar com a cleptocracia que ajudou a instalar.