quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

A hegemonia alemã de Schulz e a de Merkel

Para quem segue com atenção o percurso de Martin Schulz, recentemente eleito presidente do Parlamento Europeu, as notícias da imprensa portuguesa desta manhã sobre as suas declarações, soaram bastante bizarras. Como é que um socialista e europeísta convicto, poderia chafurdar na mesma lama da democrata-cristã Angela Merkel, fazendo comentários paternalistas sobre a política interna de um outro estado membro? Talvez uma citação fora de contexto, ou uma má tradução, o que é tão comum na imprensa?
Schulz apressou-se a explicar-se. Escreveu no Twitter em português, e está prestes a dar uma conferência de imprensa para explicar que foi mal interpretado. Estamos a falar do Presidente do Parlamento, e não de um deputado qualquer, que se deu a este trabalho.
Angela Merkel, todas as semanas manda bocas sobre a política interna dos países do Sul da Europa. Nunca houve twitters, facebooks, muito menos conferências de imprensa.
Assim se topa um democrata.